Porquês

Porquês

“Por que a felicidade plena é tão fugaz depois de alcançarmos o que achávamos que traria felicidade duradoura? Por que deixamos de lado resoluções de ano novo? Por que fazemos dieta e sucumbimos ao efeito sanfona? Por que habilidades de liderança adquiridas em workshops em pouco tempo dão lugar a velhos hábitos?”. Perguntas feitas por Shirzad Chamine

Eu complemento:

  • Por que iniciamos o estudo de um idioma e não concluímos mesmo querendo tanto obter êxito?
  • Por que o efeito daquele treinamento motivacional maraviiiiilhosooo e cheio de energia não dura mais de 1 mês?
  • Por que, às vezes, não nos sentimos dignos de uma conquista obtida com tanto suor e trabalho?
  • Por que somos resistentes a mudar, mesmo quando parece que queremos mudar?
  • Por que nossos relacionamentos fracassam mesmo sabendo de tudo que precisamos para fazê-los dar certo?
  • Por que não mudamos de emprego quando não estamos felizes?
  • Por que temos tanto medo de colocar e tirar sonhos do papel?
  • Por que mantemos aquela ação que nos traz danos e prejuízos emocionais?
  • Por que uma alimentação saudável ou uma rotina desejada de exercícios físicos é constantemente iniciada e abandonada?

“Muitos dos nossos esforços para aumentar nosso sucesso ou felicidade vão por água abaixo. Porque? A resposta é: nós nos sabotamos. Nossa mente nos sabota.

Sua mente é sua melhor amiga. Mas também sua pior inimiga. Só 20% dos indivíduos alcançam seu verdadeiro potencial. O resto de nós desperdiça muito tempo e energia vital…”

E eu digo: Precisamos nos qualificar para esta dimensão. Não somos habitualmente educados neste tema. Se continuarmos insistindo nos mesmos modelos e padrões viciados, banalizando a teoria e a prática que há nesta dimensão, sem pedir ajuda a quem realmente pode atuar em parceria conosco para mudar gradativamente padrões sabotadores, nada vai sair do lugar.

E não adianta embarcar na modinha, nos tratamentos de imersão e de choque que prometem efeito rápido, solução mágica ou alta performance brotando das veias. É preciso querer, mas também é preciso ser humilde para dizer não sei, é preciso aprender, pedir ajuda e estar disposto a iniciar um novo caminho. Caminho árduo, mas com sentido e fundamentação.

Os resultados serão uma consequência e estarão ao longo de um caminho gradativo, consistente e acompanhado de paz e felicidade.

As suas atitudes construirão uma mente e um coração mais amigo dos seus sonhos e da sua felicidade.

Há caminhos científicos, estudos que sinalizam práticas que podem te ajudar a fortalecer a sua mente para que ela seja mais positiva, mas hoje então eu te convido a avançar alguns passos neste assunto. E te proponho o desafio de, por 30 dias, cumprir estes comportamentos chaves para o seu desenvolvimento e fortalecimento.

  1. Cuide da sua intimidade com Deus. Fortaleça sua fé e sua esperança. O fruto virá em forma de sabedoria, discernimento e paz. Ore , reze, converse com Deus todos os dias da sua vida.
  2. Cuide de tudo que entra em sua mente e coração. Selecione todos os conteúdos (livros, TV e mídias sociais) e consuma apenas aquilo que lhe agregue valor, que lhe impulsione.
  3. Conheça, examine seus pensamentos e estabeleça um compromisso de eliminar pensamentos sabotadores, negativos e pessimistas. Existem técnicas para isso, mas por hora peço que apenas tente começar sozinho este compromisso.
  4. Elimine ou diminua as reclamações em sua rotina.
  5. Examine. Cuide de tudo que você tem dito e expressado em palavras. Elas agregam? Precisa mudar algo? Pense antes de falar.
  6. Agradeça. Todos os dias busque a lista de coisas pelas quais você pode expressar gratidão e expresse claramente, se possível tenha um caderno da gratidão e anote tudo que deseja agradecer naquele dia.
  7. Tenha empatia consigo mesmo e com as pessoas a sua volta.
  8. Saia do papel de vítima e assuma o papel de protagonista da sua vida, das suas escolhas e decisões.

Faça um comentário